Quem Somos

topo

Somos uma iniciativa de transição. E o que é uma iniciativa de transição?

De um modo muito simples, podemos dizer que é um processo liderado pelas pessoas de uma comunidade com vista a torná-la mais resiliente e feliz.

Este tipo de iniciativas têm vindo a espalhar-se pelo mundo de forma viral, assumindo características tão diversas quanto o contexto e pessoas que delas fazem parte, tendo como elo comum o Movimento de Transição.

 

O lugar que habitamos

Portalegre é uma cidade, capital de distrito, situada no Norte Alentejano, muito próximo de Espanha, com uma população de 15.000 habitantes.Com uma longa tradição industrial nos sectores da cortiça, dos lanifícios e polímeros sintéticos, assistiu ao longo das últimas décadas ao encerramento e deslocalização da maioria das empresas, verificando-se no presente uma reduzida taxa de empregabilidade.

A maior fatia do consumo está assente na oferta disponibilizada pela grandes superfícies comerciais, enquanto o comércio tradicional vê agudizar uma situação de crise que ameaça a continuidade de muitos negócios. Há ainda alguma actividade produtiva na agricultura e pode registar-se uma actividade hortícola residual.

 

A Portalegre em Transição

Em face deste contexto de crise local e mundial, um grupo de amigos colocaram mãos à obra, fortemente inspirados pelo Movimento de Transição, que sugere que a acção local e soluções práticas optimistas são provavelmente a melhor opção para que haja uma verdadeira mudança.

A Portalegre em Transição constituiu-se como uma associação sem fins lucrativos desde um primeiro momento. A opção foi tomada  sobretudo para facilitar o relacionamento com as entidades público-privadas, mas, na verdade, a iniciativa assenta toda a sua acção na premissa de que o acesso e envolvimento livre da comunidade é fundamental para criar um espírito de participação activa. Para esse efeito, entendeu-se privilegiar um modelo orgânico, descentralizado de funcionamento e tomada de decisão.

O grupo nuclear da Portalegre em Transição tem desempenhado funções de facilitação, sensibilização e catalisação, apoiando e fomentando, em inúmeras acções, as iniciativas individuais que foram surgindo.

Entre as muitas actividades que têm vindo a ser realizadas e dão expressão a esta filosofia, podem enumerar-se:

Perante a grave situação económico-social que Portalegre vive, a Iniciativa de Transição tem conseguido encontrar resposta a vários problemas através da aplicação de princípios da economia da dádiva numa dimensão local. Esta opção tem sido alvo de experimentação e análise permanentes, e tem marcado de forma consistente toda a acção da Portalegre em Transição, ao ponto de a tornar num caso de estudo de referência nesta área.

A Portalegre em Transição teve um papel central na concepção, facilitação e organização da AJUDADA (www.ajudada.org), uma iniciativa de vulto cujo impacto se estendeu além fronteiras.

O rigor e as metodologias utilizadas nas nossas acções têm vindo a permitir incrementar a credibilidade das propostas alternativas apresentadas, sendo esta uma das nossas missões fundamentais. O resultado deste trabalho está bem patente nas excelentes relações institucionais que desenvolvemos com a Câmara Municipal, o Instituto Politécnico e grande parte das entidades público-privadas da cidade.

 

Siga-nos no Facebook para se manter actualizado: 

www.facebook.com/PortalegreEmTransicao